Ex-prefeito é condenado por nomear cargos comissionados de maneira ilegal no Meio-Oeste

Ele terá que ressarcir o município em mais de R$ 26 mil pelo dano patrimonial ocasionado e pagar uma multa civil


Por Catanduvas Online

08/07/2022 18:34



img


Um ex-prefeito de um município do Meio-Oeste foi condenado por improbidade administrativa, por nomear três pessoas para ocupar cargos comissionados de maneira irregular. A decisão foi da 2ª vara Cível da comarca de Videira.

 

Ele terá que ressarcir o município em mais de R$ 26 mil pelo dano patrimonial ocasionado e pagar uma multa civil no mesmo valor, que será revertida aos cofres públicos da municipalidade. Ambas as cifras devem ser acrescidas de juros e corrigidas monetariamente.

 

Os atos ocorreram entre os anos de 2013 e 2016, quando o prefeito editou portarias para nomear três pessoas aos cargos de diretor de saúde, coordenador de limpeza urbana e diretor de serviços de obras e urbanismo. Os servidores comissionados não exerciam as funções inerentes aos cargos, mas recebiam os vencimentos como tais.

Nos autos, há a comprovação de que um deles era o diretor de saúde e assistência social, porém, trabalhava como motorista de ambulância. Em um segundo período, ele também ocupou o cargo de coordenador de limpeza urbana, mas fazia serviços de operário braçal.

 

Um segundo empregado também foi nomeado para esse cargo. Este cuidava da manutenção do cemitério municipal e capela mortuária. Outro foi nomeado como diretor de serviços de obras e urbanismo, mas, no entanto, atuava como operador de máquinas.

 

O julgador pontua na decisão que o prefeito tinha o dever de buscar o preenchimento dos cargos públicos com servidores de carreira ou temporários.

 

“Ao deixar de cumprir essas obrigações, acabou por determinar o pagamento de remuneração superior à efetivamente devida. Porquanto, remunerou-os como se exercessem funções comissionadas, mas as atribuições não passavam de atividades rotineiras da administração, incumbência de outros cargos previstos na legislação municipal para os quais estava previsto salário inferior”.

 

 


MEPITA ?>

 

Oeste Mais