Defesa Civil avalia dano ambiental após acidente na BR-282

Combustível de caminhão-tanque atingiu córrego d’água e órgão avalia se chegou ao Rio Irani


Por Catanduvas Online

21/06/2022 16:59



img


A Defesa Civil está avaliando os danos ambientais causados pelo vazamento de combustível do caminhão-tanque envolvido em um acidente na manhã desta terça-feira, dia 21, na BR-282 em Ponte Serrada, no Oeste de Santa Catarina. A tragédia também envolveu uma carreta. Motoristas morrerram no local.

 

De acordo com o coordenador regional da Defesa Civil, Luciano Peri, o óleo diesel que era transportado pelo caminhão acabou atingindo um córrego d’água. O órgão ainda avalia se o produto chegou ao Rio Irani.

 

“O que foi afetado é o córrego que desagua no Rio Irani. A distância entre o rio e o ponto do acidente, pelo córrego, dá em torno de seis quilômetros. Então ainda a gente não tem informação se foi afetado de forma direta o Rio Irani”, afirma Peri.

 

Além da Defesa Civil, equipes do Instituto do Meio Ambiente (IMA) foram acionadas para a ocorrência. As pistas foram totalmente liberadas no início da tarde. O fogo no caminhão-tanque também já foi controlado.

 

O acidente ocorreu por volta das 8h30 da manhã de hoje, entre o caminhão-tanque e uma carreta câmara fria. O motorista da câmara fria, uma Scania/R 440, com placas de Concórdia,foi identificado com Paulo Antônio Moresco, de 54 anos. 

 

Guarnições do Corpo de Bombeiros de Ponte Serrada, Xanxerê e Faxinal dos Guedes trabalharam para apagar o incêndio. O motorista da outra carreta, com placas de Chapecó, ficou com o corpo carbonizado. O veículo era uma Scania/P 340, que transportava óleo diesel e gasolina. A vítima ainda não foi identificada.

 

As causas do acidente ainda deverão ser confirmadas pela PRF, mas populares apontam que um dos veículos teria desviado de um buraco na pista, ocasionando a colisão.

 


 ?>

 

Oeste Mais