Avô acusado de estuprar a neta em Joinville e simular a própria morte é preso no RS

Homem de 49 anos também é acusado de estuprar a filha quando ela era adolescente e outras duas crianças


Por Catanduvas Online

02/06/2022 16:14



img


Um homem acusado de quatro estupros de vulnerável em Joinville, no Norte de Santa Catarina, foi preso na manhã desta quinta-feira (2), no Rio Grande do Sul. Ele é acusado de estuprar a neta e simular a própria morte em um acidente de carro para fugir ao estado vizinho.

 

A família descobriu o caso em maio deste ano e, depois disso, o homem de 49 anos simulou a própria morte e, em seguida, fugiu para o Rio Grande do Sul. De acordo com a delegada Claudia Cristiane Gonçalves de Lima, ele usou a foto de outro acidente e simulou que um policial teria encaminhado a imagem e informado a morte à família via WhatsApp. O homem foi preso nesta manhã em Uruguaiana, na fronteira do Brasil com a Argentina.

 

A denúncia, ressalta a polícia, foi feita por meio do WhatsApp da Polícia Civil. Durante as investigações da Dpcami (Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso), a polícia concluiu que a neta, uma adolescente de 12 anos, era reiteradamente abusada pelo homem.

 

O mandado de prisão temporária foi cumprido no pátio de um posto de combustíveis na BR-472, com o apoio da PRF (Polícia Rodoviária Federal). Após a prisão, ele foi encaminhado à delegacia, mas preferiu ficar em silêncio durante o depoimento.

 

Além do estupro da neta, ele, que morava em Pirabeiraba, também é acusado de estuprar a própria filha quando ela era adolescente e, ainda, outras duas crianças.

 


MEPITA ?>

 

ND+