Ministério Público Eleitoral se manifesta favorável e pede cassação do diploma dos atuais prefeito e vice de Presidente Castello Branco


Por Catanduvas Online

13/04/2021 10:03



img


O Ministério Público Eleitoral, por meio do promotor Fabrício Pinto Weiblen, se manifestou favorável ao pedido de cassação do diploma dos atuais prefeito e vice de Presidente Castello Branco, Tarcílio Secco e Ademir Pedro Toniello. A manifestação, que faz parte das alegações finais, foi juntada ao processo na última sexta-feira. 

 

Secco e Toniello foram denunciados por abuso de poder político e econômico durante o pleito de 2020. O Ministério Público apurou que houve pelo menos 10 condutas que são passíveis de investigação. Entre elas: a utilização de materiais e funcionários públicos em reuniões; pagamento de propina para famílias não comparecerem nas urnas no dia da votação; ameaças políticas; compra e transporte de bebidas.

 

Além disso, ainda, há na denúncia informação de que famílias foram obrigadas a colocar propaganda eleitoral nos imóveis; distribuição de britas, além de outros crime. 

 

No decorrer do processo, várias testemunhas e pessoas envolvidas foram ouvidas. Na alegação final, o promotor pede a condenação e, consequentemente, a cassação dos diplomas de prefeito e vice, além da inelegibilidade dos envolvidos pelo período de oito anos. O processo agora parte para julgamento da Justiça eleitoral.  

 


MEPITA ?>

 

Atual FM