Adolescente de Ponte Serrada precisa de doação de medula óssea

Laura Paula está em tratamento contra o câncer há um ano e sete meses


Por Catanduvas Online

13/01/2021 20:13



img


A família da ponteserradense Laura Paula de 14 anos, está buscando por doadores de medula óssea para a filha que sofre com Leucemia Mielóide Aguda. Laura descobriu o câncer em junho de 2019 e, desde então, estava em tratamento no Hospital da Criança, em Chapecó.

 

Conforme a mãe de Laura, Marivane Dave, a filha estava bem de saúde nos últimos dias. Porém, após exames, foi constatado uma alteração no hemograma de Laura, indicando que houve uma recidiva na doença.

 

Devido aos resultados, Laura deverá iniciar novamente as quimioterapias na próxima segunda-feira, dia 11, e precisará de transplante de medula óssea.

 

 

Seja um doador

 

Para se tornar um doador, basta levar documentação pessoal até o hemocentro mais perto de sua cidade para realizar um cadastro.

 

É muito importante que o voluntário avise que quer ser doador de medula óssea.

 

Tire suas dúvidas sobre o transplante

 

● A doação é um procedimento que se faz em centro cirúrgico, sob anestesia peridural ou geral, e requer internação de 24 horas;

● A medula é retirada do interior de ossos da bacia, por meio de punções e não dói;

● O procedimento leva em torno de 90 minutos;

● A medula óssea do doador se recompõe em apenas 15 dias;

● Nos primeiros três dias após a doação pode haver desconforto localizado, de leve a moderado, que pode ser amenizado com o uso de analgésicos e medidas simples;

● Normalmente, os doadores retornam às suas atividades habituais depois da primeira semana após a doação;

● A doação de medula óssea pode ser feita por qualquer pessoa saudável entre os 18 e 65 anos, desde que pese mais de 50 kg.

 


 ?>

 

Oeste Mais