Suspeito de homicídio em Catanduvas é preso

A vítima estava trabalhando quando foi alvejado


Por Catanduvas Online

10/05/2020 17:09



img


Foto/Policia Civil

 

A Polícia Civil prendeu neste domingo, dia 10, o homem suspeito de ter assassinado Valdomiro Togni, 36 anos, popular "Feijão" em Catanduvas. O crime ocorreu na manhã de sábado, dia 9, quando a vítima foi alvejada por um atirador que disparou em torno de quatro tiros à queima roupa

 

Segundo os dados repassados pela Polícia Civil, que cumpriu mandado de prisão neste domingo, dia 10, o autor dos disparos seria sogro da vítima.

 

De acordo com a Polícia Civil, após o crime,  Agentes de Polícia Civil se fizeram presentes no local para as investigações preliminares, mas o autor havia fugido e foi identificado como O.J.S., 44 anos, padastro da mulher da vítima. Diligências foram feitas pelos policiais Civis e Militares, mas o autor não foi encontrado. No mesmo dia várias pessoas foram ouvidas pelo Delegado de Plantão, Leandro Antônio de Sales (da Delegacia de Herval d’Oeste) que ainda no meio da tarde pediu a prisão do autor.

 

O autor de 44 anos se apresentou na manhã deste domingo, na Delegacia de Polícia acompanhado dos advogados e também entregando a arma do crime que está registrada em seu nome, sendo preso após os procedimentos necessários, alegando legítima defesa.

 

A motivação do Crime segundo a defesa

 

O advogado do autor, Marco Antônio Vasconcelos Alencar Junior, informou que ele alegou ter agido em legítima defesa e que desde o sábado já havia convencido seu cliente a se apresentar na delegacia de Polícia.

 

A defesa alega que o autor foi até a oficina da vítima, momento em que a vítima teria partido pra cima dele com uma barra de ferro, se sentindo ameaçado o autor sacou da arma que possui e efetuou os disparos.

 

A arma usada no crime é registrada, já que o autor tem porte por ser praticante de tiro esportivo e, inclusive, alegou que estava se deslocando para o Clube de Tiro em Água Doce quando foi até a oficina e os fatos aconteceram.A defesa alega ainda que vítima e autor tinham desavenças familiares.(Com informações Éder Luiz)

 

Veja 

http://Homem é assassinado enquanto trabalhava na manhã deste sábado em Catanduvas