Empresário de Catanduvas investe em tecnologia de Ordenha Robotizada


Por Catanduvas Online

23/01/2020 17:40



img



Com uma área de 1.300 hectares, entre as Comunidades de Pedra Lisa e Águas Claras, o produtor e engenheiro agrônomo Paulo Ernani de Oliveira apostou na diversificação com atividades de reflorestamento, lavoura, avicultura e gado de leite. Com estas atividades, o produtor mantém 100 empregos em sua propriedade e trabalha para a sucessão familiar.

 

Na avicultura são 60 aviários de recria de matrizes, divididos em 12 núcleos com 5 aviários cada um. Na produção leiteira são dois núcleos de gado confinado, com um grande diferencial que foi a aposta na tecnologia de ordenha robotizada de fluxo livre, em um dos núcleos. A opção foi pelo robô da Lely Astronaut, com investimento de cerca de R$ 800.000,00. O médico veterinário da prefeitura municipal, João Gabriel Siqueira, visitou a propriedade para conhecer este sistema de confinamento.

 

Com a tecnologia, a ordenha acontece 24 horas do dia. Neste sistema as vacas ficam mais à vontade e fazem a própria rotina no confinamento. Deitam, se alimentam, tomam água e vão para a ordenha quando querem. Assim produzem mais e melhor, pois o ambiente é bom e os animais tem menor desafio de ambiente e manejo.

 

Conforme o veterinário o confinamento, tanto no galpão de ordenha tradicional, como da ordenha robotizada, utiliza o sistema chamado compost barn (estábulo com compostagem), que visa primeiramente melhorar o conforto e bem-estar dos animais e, consequentemente os índices de produtividade do rebanho.

 

 

"Esse sistema é composto basicamente por uma grande área de cama comum (área de descanso), normalmente formada por serragem, separada do corredor de alimentação ou cocho por um beiral de concreto. O diferencial deste sistema é a compostagem que ocorre ao longo do tempo com o material da cama e a matéria orgânica dos dejetos dos animais", explicou o empresário Paulo Ernani de Oliveira ressaltando que o investimento na ordenha robotizada representa uma ferramenta de gestão eficiente em sua propriedade, com uma economia de R$ 25 mil em ração, por exemplo. A produção leiteira é de 7 mil litros/dia nas duas unidades, com previsão de chegar a 20 mil litros/dia em 5 anos.

 

“Viemos conhecer na propriedade do Seu Paulo este grande investimento feito aqui em Catanduvas e também os planos de expansão da atividade. Queremos agradecer pela disponibilidade de tempo e por ceder este espaço para que todo o catanduvense reconheça que o nosso município é capaz e o nosso potencial está aí. Com planejamento, o sucesso é certo”, enfatizou o médico veterinário João Gabriel Siqueira.

 

Na visita à propriedade João Gabriel Siqueira foi recepcionado pelo produtor Paulo Ernani de Oliveira e seu genro Jorge Luiz Gregorio Junior.