Mulheres viram modelos para conscientização sobre prevenção do câncer de mama.


Por Catanduvas Online

29/10/2019 14:19



img


Qual é a ligação do câncer de mama com um ensaio fotográfico? Talvez não seja simples relacionar à primeira vista, mas o propósito é muito maior do que você imagina e pode te ensinar algo muito importante sobre a doença - e sob um viés que você provavelmente nunca pensou.

 

As catanduvenses Cássia Arndt e Veroni Dalapria lutam contra a doença e encontraram um jeito alegre e inspirador para falar sobre o câncer de mama durante o Outubro Rosa. A beleza e a autoestima das modelos foram registradas pelas lentes da fotógrafa Eliane Macagnan. O objetivo é motivar outras pacientes, além de alertar para a prevenção da doença, com o objetivo de influenciar mulheres a fazerem o autoexame e um diagnóstico precoce.

 

A empresária Cássia Arndt, que descobriu ter câncer em outubro de 2018, há exatos 12 meses,  fez quimioterapia e precisou raspar os cabelos.

 

Cassia Arndt

 

Ela destaca que é possível ser bela apesar da doença e de suas consequências.

 

“Nossa proposta não é apenas impactar a sociedade, o que nos interessa, sobretudo, é o efeito que as imagens possam ter nas mulheres fotografadas, na aceitação do novo corpo e que existe vida mesmo durante ou depois do câncer de mama”, conta Cássia que continua, “O ensaio nos mostra justamente sobre como não perder a autoestima durante o tratamento e como é importante manter a rotina e os afazeres”, explica.

 

Cassia Arndt

 

Veroni Dalapria, professora, descobriu a doença também em outubro de 2018, além das quimioterapias foi necessário à mastectomia (retirada total da mama). Ela relatou que após receber o diagnóstico do primeiro médico, o qual informou que eram apenas cistos de água, resolveu ouvir a opinião de outro médico e no dia 29/10/2018 recebeu o diagnóstico de câncer de mama.

 

Veroni Dalapria

 

Apesar disso, ela ressalta que a vontade de viver foi maior.

 

“Sou uma pessoa muito ativa, mas perdi a vontade de fazer as coisas por causa do câncer. Foi o pior momento de minha vida, mas sempre tive o apoio de minha família e decidi que iria vencer. Hoje posso dizer que não morro de câncer e este ensaio é uma forma linda de exaltar a nossa beleza e felicidade em ter vencido”, disse.

 

Veroni Dalapria

 

Sinais e Sintomas do Câncer de Mama

 

Os sinais e sintomas do câncer podem variar, e algumas mulheres que têm câncer podem não apresentar nenhum destes sinais e sintomas. De qualquer maneira, é recomendável que a mulher conheça suas mamas, e saiba reconhecer alterações para poder alertar o médico.

A melhor época do mês para que a mulher que ainda menstrua avalie as próprias mamas para procurar alterações é alguns dias após a menstruação, quando as mamas estão menos inchadas. Para as mulheres que já passaram a menopausa, este autoexame pode ser feito em qualquer época do mês.

Qualquer alteração que você venha a observar comunique imediatamente ao seu médico, mesmo que elas tenham aparecido pouco tempo depois da última mamografia que você realizou ou do exame clínico das mamas feito pelo profissional de saúde.

O câncer de mama pode apresentar vários sinais e sintomas, como:

 

  • Nódulo único endurecido.
  • Irritação ou abaulamento de uma parte da mama.
  • Inchaço de toda ou parte de uma mama (mesmo que não se sinta um nódulo).
  • Edema (inchaço) da pele.
  • Eritema (vermelhidão) na pele.
  • Inversão do mamilo.
  • Sensação de massa ou nódulo em uma das mamas.
  • Sensação de nódulo aumentado na axila.
  • Espessamento ou retração da pele ou do mamilo.
  • Secreção sanguinolenta ou serosa pelos mamilos.
  • Inchaço do braço.
  • Dor na mama ou mamilo.


Vale a pena lembrar que na grande maioria dos casos, a vermelhidão, inchaço na pele e mesmo o aumento de tamanho dos gânglios axilares representam inflamação ou infecção (mastite, por exemplo), especialmente se acompanhados de dor.