Criança quer vender os cabelos para construir casa para a família


Por Catanduvas Online

05/08/2019 19:52



img


Uma criança de apenas 11 anos, que resolveu vender os cabelos para construir uma casa, emocionou telespectadores do Balanço Geral Curitiba, da RICTV, nesta quinta-feira (1º). Eloína Gonçalves participou do programa e contou porque tomou essa decisão. 



“Eu comecei a pensar por causa que, como chovia alagava aqui em casa, eu pensei, eu vou deixar crescer mais um pouco pra mim fazer a casa. É uma vida difícil, é meio espremido e também a cama é meio torta”, disse Eloína. A menina ainda afirmou que seu sonho é ter uma casa com cozinha, quartos, sala e banheiro.

 

Eloína vive com a família em uma residência simples na área rural de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. Segundo ela mesmo contou, desde que nasceu, ela corta apenas as pontas dos cabelos e teve a ideia de vendê-los quando passou a perceber a dificuldade com que seus pais, dois irmãos e cunhada vivem na casa que praticamente não possui divisórias, onde o teto é sustentado por galhos de árvores, o chão possui inúmeros buracos e o banheiro é improvisado e sem água encanada. 


Dona Lenira, mãe de Eloína, disse que já tentou explicar para a filha que o dinheiro da venda de seus cabelos não é suficiente para construir uma casa, mas, mesmo assim, a boa vontade da menina não esmoreceu. Ela, que divide uma cama feita de troncos de árvore e espuma com os pais, declarou que se a venda de seu cabelo for o bastante para comprar uma cama já ficará feliz. 


Família enfrenta dificuldades 



Além da moradia precária, a família enfrenta muitas dificuldades financeiras e sempre que possível, tanto dona Lenira como o marido, fazem ‘bicos’ para complementar a renda. Mesmo com toda a dificuldade, eles conseguiram iniciar a fundação de uma nova casa, mas obra está parada há pelo menos cinco anos. 



Emocionada, Lenira conta que a filha teve a ideia de vender os cabelos para construir a casa quando a mãe explicou que não tem como pagar por uma residência mais confortável. “A menina, às vezes, até chorava falando ‘mãe, eu queria uma casinha’. Mas eu ia fazer o que, eu dizia eu não posso filha. Ela queria ter o quartinho dela, uma televisãozinha só pra ela, uma caminha. Daí, ela teve essa ideia de vender o cabelo pra ajudar a mãe. Faz um ano e pouco já que ela fala em vender esse cabelo”. 



Para ajudar a família de Eloína é possível realizar transferência bancária. Segue os dados para colaborações: 

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL 
Lenira Moreira 
CPF: 048.428.389-81 
Agência: 0385 
Conta: 0042123-1 
Operação: 013

 

Fonte: RIC MAIS