Diocese de Joaçaba lamenta morte de Padre Leocir Pessini

Padre Leocir era natural de Ibicaré.


Por Catanduvas Online

26/07/2019 01:00



img


A Diocese de Joaçaba está irmanada com os membros da Ordem Religiosa de São Camilo e aos familiares pelo passamento do Padre Leocir Pessini, natural do município de Ibicaré/SC. Padre Leo, como é carinhosamente conhecido, faleceu no Hospital São Camilo da Granja Viana, no município de Cotia em São Paulo, na madrugada desta quarta-feira (24). Atualmente, estava como superior geral da Ordem dos Ministros dos Enfermos.

 

Padre Leo tinha um carinho muito grande pelas suas origens e sempre que possível dedicava um tempo de sua agenda para visitar seus familiares e amigos na terra natal. Em nossa região, residiu por um bom tempo na comunidade de Sede Belém, interior de Herval d’Oeste. 

 

Na Diocese de Joaçaba, Padre Léo, mantinha contato constante, pois os Camilianos possuem três unidades de saúde dentro da nossa área de jurisdição. O Hospital São Francisco localizado no município de Concórdia, a Associação Beneficente Hospitalar localizada em Peritiba e o Residencial Nossa Senhora de Fátima localizado no município de Erval Velho.

 

No dia 07 de julho de 2018 esteve com Dom Mário Marquez, bispo da Diocese de Joaçaba/SC, inaugurando a Casa da Congregação Camiliana no município de Concórdia. Dom Mário está em viagem para São Paulo onde acompanhará o velório e o sepultamento de Padre Léo. 

 

Em nome da Diocese de Joaçaba, seus 31 municípios e 25 paróquias, nossa eterna gratidão por toda a dedicação e carinho que Padre Léo sempre teve com a nossa comunidade. Somos gratos a Deus pelo dom da vida deste homem de fé e compaixão. 

 

Biografia

 

Pe. Leocir nasceu em 14 de maio de 1955, na cidade de Ibicaré – SC. Ainda na infância, seus pais mudaram-se para a cidade de Arroio Trinta – SC e depois para Iomerê – SC. Pe. Leo ingressou no seminário São Camilo em Iomerê-SC. Iniciou o noviciado em 25 de janeiro de 1974. A primeira profissão religiosa na Ordem dos Ministros dos Enfermos foi em 26 de janeiro de 1975.

 

A profissão perpétua aconteceu em 25 de janeiro de 1978, a ordenação diaconal em 21 de fevereiro de 1980 e a ordenação presbiteral em 23 de outubro de 1980, por Dom Paulo Evaristo Arns.

 

Pe. Leo é doutor em Bioética e tornou-se um grande referencial dessa área no Brasil. Escreveu inúmeros livros sobre o assunto e ministrou inúmeros cursos no Brasil e em outros países. Dentre suas atividades como religioso camiliano, foi: Diretor do ICAPS – Instituto Camiliano de Pastoral da Saúde; Capelão do Hospital de Clínicas da Universidade de São Paulo; Superintendente da união social camiliana; Vice-reitor do centro universitário São Camilo; Conselheiro provincial, Provincial da Província Camiliana Brasileira por 04 anos e, em 18 de junho de 2014, foi eleito o 60º superior geral da Ordem dos Ministros dos Enfermos (Camilianos) para o mandato de 2014-2020.

 

Como geral, visitou todas as comunidades da Ordem e encontrou a todos os coirmãos, codividindo as angústias e esperanças no grande desafio de encarnar o carisma da misericórdia.

 

Depois da descoberta da doença, em setembro de 2018, passou alguns meses de terapia em Roma. Em março de 2019, transferiu-se para São Paulo. Os cuidados oferecidos pelos médicos, a fraternidade dos coirmãos e o afeto dos seus pais e suas irmãs acompanharam e consolaram-no no seu encontro com o rosto bom e misericordioso de Deus Pai.

 

Somos agradecidos a Deus, Senhor da Vida, pela vida e vocação camiliana de Pe. Leocir.

 

 

Fonte:Angelo Junior Radavelli - Pascom