Frente fria avança sobre o Sul do Brasil


Por Catanduvas Online

25/06/2019 15:27



img


Uma forte frente fria avança sobre o Sul do Brasil nesta terça-feira, 25 de junho, com potencial para provocar ventania, chuva forte e acentuada queda da temperatura nos três estados. As pancadas de chuva moderadas a fortes podem ocorrer no oeste e sul do Paraná, no centro-oeste e sul de Santa Catarina e por todo o Rio Grande do Sul. Mas no centro-oeste e sul gaúcho, o alerta é especial para tempestades.

 

Nas demais áreas de Santa Catarina e do Paraná, incluindo as capitais Florianópolis e Curitiba, a nebulosidade aumenta nesta terça-feira, mas não há expectativa de chuva. O sol aparece e faz até calor.

 

Ventania

 

Há grande preocupação com a ocorrência de ventania na Região Sul nesta terça-feira, 25. As fortes rajadas de vento podem ocorrer por causa da passagem das nuvens de temporal, mas também mesmo sem estar chovendo. 

 

Na quarta-feira, 26 de junho, as áreas de instabilidade da frente fria provocam chuva em todas as regiões do Paraná e de Santa Catarina, mas no Rio Grande do Sul só deve chover um pouco na madrugada e manhã na serra e no planalto.

 

Temperatura em declínio

 

Junto com a chuva e a ventania, o Sul do Brasil também vai receber ar frio de origem polar nos próximo dias

 

O vento frio começa a ser sentido já nesta terça-feira, 25. A temperatura vai baixando no decorrer do dia no Rio Grande do Sul e noite já será fria para os gaúchos.

 

Na quarta-feira, 26, o ar frio de origem polar se espalha sobre a Região Sul e a temperatura cai em todos os estados.

 

RECOMENDAÇÕES DA DEFESA CIVIL SC

 

Frio intenso: atenção com população mais vulnerável, como enfermos, moradores de rua, idosos e crianças. Além disso, abrigar animais domésticos nas noites mais frias. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, em virtude das doenças causadas pelo frio (gripe, resfriados, pneumonia, meningite) é essencial tomar medidas simples como manter-se bem agasalhado, beber bastante água e evitar locais fechados e de grande circulação de pessoas, além da higiene freqüente das mãos. Essas medidas são de grande valia na prevenção destas doenças, ressaltando que crianças e pessoas idosas são mais suscetíveis às doenças agravadas pelo frio e devem estar mais atentas.

 

Com informações do Clima Tempo