Ar seco e poluição fazem crescer busca por atendimento médico


Por Catanduvas Online

17/06/2019 15:25



img


Imagem -Reprodução da Internet

 

A previsão de tempo seco em boa parte do Brasil até o fim do mês não é uma boa notícia para quem sofre de problemas respiratórios.Normalmente, os que mais sentem os efeitos do ar seco são crianças e idosos. As complicações são ainda piores em áreas muito urbanizadas

 

Com a umidade do ar baixa, é comum sentir irritação na garganta, no nariz e nos olhos. O desconforto é ainda maior para pessoas que já têm doenças respiratórias como asma, rinite alérgica ou bronquite crônica, que ficam propensas ao agravamento dos quadros.

 

O pneumologista Ciro Kirchenchtejn, (Bem Estar) coordenador do Centro de Tratamento do Tabagismo do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, lembra que essa condição climática também favorece a manutenção dos poluentes no ar, o que potencializa os danos à saúde.

 

Hidratação


A principal recomendação para os dias secos é tomar bastante água, o que pode ajudar a aliviar a irritação na garganta. Lavar as narinas com soro fisiológico também ajuda a diminuir o desconforto no nariz. O ideal é escolher as soluções fisiológicas, que tem a mesma concentração dos líquidos corporais, e não apenas usar água pura ou soro caseiro.