Juiz do TRE-SC esteve em Catanduvas e falou sobre a Importância da biometria e revisão eleitoral

Com a biometria, o eleitor é identificado em sua seção eleitoral por meio das digitais, o que elimina a possibilidade de fraudes.


Por Catanduvas Online

11/04/2019 00:22



img


Foto/Catanduvas Online

 

O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) realizou uma audiência pública no município de Catanduvas na tarde de quarta-feira (10) nas dependências da câmara de vereadores.

 

Nominada de “Audiência Pública de Revisão do Eleitorado e de Ouvidoria”, ela foi comandada pelo  juiz ouvidor do TRE-SC, Wilson Pereira Junior, com o objetivo do fortalecimento da divulgação do processo de revisão do eleitorado que já está acontecendo em Catanduvas e que também deve acontecer nas cidades vizinhas de Vargem Bonita e Jaborá.

 

Juiz ouvidor do TRE-SC- Wilson Pereira Junior

 

O juiz frisou os fundamentos, objetivos e procedimentos, bem como as consequências em decorrência do não comparecimento dos eleitores. Além disso, apresentou a Ouvidoria e os canais de comunicação oferecidos ao eleitor, criado para oportunizar a manifestação à comunidade.

 

A audiência foi aberta à comunidade, tendo como público-alvo servidor, chefes de cartório, prefeitos e procuradores dos municípios; vereadores; partidos políticos; promotores eleitorais; representantes da OAB; entidades representativas, como lideranças comunitárias e autoridades eclesiásticas; estudantes de direito, administração pública e gestão pública; e comunidade em geral.

 

 

A REVISÃO

O eleitor de Catanduvas tem até o dia 07 de junho para comparecer ao Posto de atendimento no centro de convivências do município das 12h às 17h30min ou ao Cartório Eleitoral em Joaçaba para o processo de revisão do eleitorado – momento em que também já será realizado o cadastramento biométrico. O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) reforça que o comparecimento dos eleitores é obrigatório. Aos maiores de 70 anos que desejam continuar votando também é obrigatório o cadastramento biométrico.

 

O agendamento deve ser feito no site- (http://www.tre-sc.jus.br) para ser atendido.

 

João Ricardo Spagnol-Chefe de cartório da 18ª Zona Eleitoral 

 

Em Catanduvas a biometria iniciou em 11 de março e até o dia 04 de abril foram atendidas cerca de 2.190 pessoas.Segundo o IBGE-Catanduvas tem 10.735 habitantes e 7.615 eleitores, o que está dentro da média segundo o TRE/SC.

 

Isso muda quando comparados os números do município de Vargem Bonita onde segundo o IBGE há população de 4.534 e eleitorado de 4.082 uma desproporcionalidade de 90,03%.

 

O objetivo da revisão é atualizar o cadastro de votantes de cada município, fazendo com que o eleitor que não tenha mais vínculo promova a transferência para a cidade onde efetivamente reside, evitando o cancelamento do documento. Além disso, a biometria será condicionante obrigatório para o voto nas eleições de 2020.