Polícia Civil começará a interrogar testemunhas após assassinato em Irani


Por Catanduvas Online

12/11/2018 17:05



img


Irani – A Divisão de Investigação Criminal (DIC) abriu inquérito para apurar a autoria do assassinato de Amarildo Roberto Dal Puppo, 39 anos, executado com pelo menos três a quatros disparos de arma de fogo no acesso a Linha Pingador, interior de Irani. O crime ocorreu durante o final de semana e o corpo localizado dentro do New/Fiesta por volta das 7h30 da manhã do sábado, dia 10.

 

De acordo com as informações apuradas pelo jornalismo da Atual FM, um dos disparos fatais teria atingido o coração da vítima. Os levantamentos foram feitos pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) e pela Polícia Civil de Concórdia, logo depois da localização do corpo em Irani.

 

A suspeita é de que se trate de uma execução, já que os documentos e celular não foram levados pelo bandidos. Os disparos foram feitos através da lateral do automóvel. Pelo menos quatro perfurações de tiros estavam visíveis no vidro da porta do motorista. 

 

Ainda não foi possível saber se o crime ocorreu ainda na noite da sexta-feira, dia 10, ou se ocorreu na madrugada do sábado, dia 11. A Polícia Civil começa a partir de agora a apurar mais detalhes do crime e buscar testemunhas para interrogar e tentar identificar o criminoso.

 

O carro foi encontrado estacionado às margens de uma estrada de terra, distante 500 metros da BR-153, sentido a Linha Pingador, interior de Irani. O local é de vegetação mais densa e com pouca iluminação. Através da investigação a Polícia Civil também poderá esclarecer quantas pessoas participaram do crime e se utilizaram um automóvel ou uma moto para fugir.

 

O sepultamento de Amarildo Roberto Dal Puppo ocorreu durante o final de semana em Irani. O homem tem familiares também em Concórdia e trabalhava como vendedor em uma empresa de Irani.

 

Fonte e foto/Atual FM