Vereadores demonstram preocupação com a falta de segurança na rodoviária e apontam soluções


Por Catanduvas Online

25/09/2018 17:21



img


Na noite de segunda-feira durante a última sessão da Casa, os vereadores da Câmara de Catanduvas mostraram preocupação com a falta de segurança na rodoviária municipal. Os vereadores comentaram que pessoas estão fazendo cama, se “hospedando” no local e há relatos até de pessoas com drogas, bebidas e armas brancas.

 

“Algumas pessoas nos procuraram preocupados com a situação. É inseguro até para quem trabalha lá. A rodoviária é o cartão postal do Município”, falou a vereadora Monalisa Ruaro.

 

Já o vereador Marcelo afirmou que entrou em contato com a Administração para estudar quais medidas podem ser tomadas. “Precisamos checar com a Assistência Social para ver das pessoas indigentes que ficam por ali. Peço que a Administração e a Polícia façam esse monitoramento. Até durante o dia há situações que preocupam. As pessoas estão receosas para irem à rodoviária”.

 

 

“Eu acredito que é um trabalho social, que deve-se trabalhar com as famílias. Ver se as pessoas estão com algum problema, se são alcoólatras. Precisamos primeiro acionar a Assistência Social, ver de onde é essa pessoa e encaminhar de volta para a família de origem”, apontou a vereadora Claire Haro Zuqui.

 

O vereador Ivacir Cardoso Moreira apontou que a Assistência Social faz o seu trabalho, mas que em alguns casos as pessoas acabam retornando para o mesmo local. “A maioria dessas pessoas vem de fora. O que acontece é que o cidadão vem, fica no Município alguns dias, a assistente social vai, dá assistência, passagem, mas após alguns dias o cidadão retorna”, frisou o vereador.

 

O vereador André Atz (Deco) apontou uma possível solução para o problema. “Tem que se fazer um trabalho social e em cima da valorização do local. Quem sabe uma repaginada no lugar, inibindo assim a permanência dessas pessoas. Com certeza esses andarilhos se comunicam entre si, e daqui a pouco a rodoviária pode virar um ponto para eles. Precisamos estudar a melhor solução para esse problema com a Administração”, disse o vereador Deco.

 

Por fim, o vereador Cristiano Begnini destacou que não é só pessoas de fora que estão ficando na rodoviária, mas os próprios catanduvenses estão usando o local como ponto de encontro. “Fico de frente com a rodoviária e presencio essas situações que se agravaram nos últimos tempos. Um dos maiores problemas são os próprios catanduvenses que vão até lá para fazerem uso de bebida alcoólica. Faz uns vinte dias que contamos que haviam mais de dez pessoas bebendo no local durante o período da tarde”.

 

Os vereadores fizeram questão de destacar o medo que as pessoas têm quando chegam na cidade, além de afirmarem que irão discutir as possíveis providências juntamente com a Administração Municipal. Eles também destacaram que este é um trabalho que precisa ser feito em conjunto – Administração Municipal, vereadores, Assistência Social e a polícia, para averiguar quem são as pessoas, o que fazer com elas e como proteger mais a rodoviária.

 

Assessoria