Família de Catanduvas passa por dificuldades e precisa de ajuda


Por Catanduvas Online

28/03/2018 20:38



img


Local onde dorme o casal e as crianças

 

Dormindo em colchões espalhados em um cômodo de uma casa humilde, cedida por um amigo há cerca de 60 dias se encontra a família de Délcio de Ramos.

 

Délcio de 44 anos e a esposa Lurdes Arno de 35 moravam com familiares no Bairro Sebaldo Kunz, após um desentendimento Délcio saiu com a esposa e 04 filhos (Dois meninos, um de 10 e outro de 12 anos do primeiro relacionamento de Lurdes e um menino de 09 e uma menina de 07 anos, filhos de Délcio). Eles se mudaram para essa casa localizada próximo ao CTG do município.

 

Délcio informou ao Catanduvas Online que tem um problema grave de coluna que o impede de trabalhar e a esposa sofre de depressão e automutilação, doença que requer atenção de sua parte, “Não posso me descuidar dela, deixá-la sozinha nem pensar, é uma preocupação constante, ela vive dopada de remédios faixa preta, como você mesmo pode ver”.

 

 

Ele contou que recebe o auxílio Bolsa Família, cerca de 230 reais por mês, e com esse dinheiro que seria das crianças ele paga luz e água. A partir do próximo mês ele vai precisar pagar o aluguel também. Segundo Délcio ele fazia trufas para implementar o orçamento da família, mas, no momento não tem geladeira para o armazenamento.

 

Uma situação extremamente difícil, que pode ser vista e conferida na residência do casal.

 

 

Os poucos móveis que possuem são emprestados do dono da casa, a família não tem guarda-roupas, aliás, as poucas roupas que tem estão em caixas de papelão, não tem camas ou geladeira, faltam produtos alimentícios e de higiene e limpeza.

 

 

“Tudo é bem vindo, principalmente para as crianças, roupas, calçados, uniforme escolar, só peço para eles, para nós nem precisa”, falou Lurdes que questionada sobre os brinquedos das crianças, destacou que o sonho da filha era ter uma boneca que fala, “ A gente vai dizendo que não temos condições que ela já está grande, e ela aceita, as crianças, são bem conscientes não são de ficar reclamando, percebem que não temos condições, as crianças não tem brinquedos”.

 

 

O casal teme perder a guarda das crianças devido à vulnerabilidade financeira.Destacamos que entramos em contato com a Assistência Social do município que em nota informa:

 

A assistência social através do equipamento CRAS quer informar que a família da senhora Lurdes Arno é acompanhada desde Abril/2017, estando inserido no “Programa de Atenção Integral à Família/PAIF” e as crianças do casal inseridos no Serviço de Convivência e Fortalecimento de vínculos/SCFV, desde então.

 

Que neste ano devido mudança de residência da família para um local mais retirado (Estrada do CTG), após conflitos familiares, prejudicou o acesso aos serviços ofertados. A família conta com o transporte escolar no período matutino.

 

Porém o CRAS continua acompanhando esta família, em parceria com a Secretaria de Saúde/NASF, como forma de fortalecimento ao enfrentamento e superação da vulnerabilidade atual.

 

Este acompanhamento engloba várias formas de intervenção, sendo a visita domiciliar e concessão de benefícios eventuais uma delas.

 

 

 

A Semana Santa em curso é um momento oportuno que nos leva a refletir sobre as mais diversas influências que às vezes estão a incidir no modo de ser, pensar e fazer escolhas, amar e crer das pessoas.Um momento para imbuir-se da mesma inspiração que levou o Mestre de Nazaré a fazer do amor o seu mais memorável testamento.

 

Se tiver alguma doação poderá levar diretamente para a família ou entrar em contato com o Catanduvas Online- (49) 9 9121-3283 whatsApp.