Perícia aponta que mulher foi morta por uma pancada na cabeça

Exame descartou o uso de faca ou arma de fogo no assassinato


Por Catanduvas Online

01/02/2018 22:59



img


Uma forte pancada na cabeça foi o que matou a jovem de 27 anos na madrugada da quarta-feira, dia 31, em Concórdia. A afirmação foi feita pelo Instituto Médico Legal que concluiu o exame cadavérico no corpo de Adriana Chiappeti.

 

Segundo o IML, a vítima teve a morte provocada após sofrer uma lesão interna na região próxima à orelha. Os exames não identificaram o objeto utilizado para cometer o assassinato.

 

A possibilidade de morte provocada por golpe de faca ou disparo de arma de fogo foi descartada, já que não há nenhuma fratura externa no corpo da vítima.

 

O principal suspeito de ter cometido o crime é o namorado de Adriana. Ele foi preso preventivamente na tarde desta quarta.

 

 Atual FM