João Rodrigues, Valdir Colatto e outros quatro votam pelo arquivamento de denúncia contra Temer

Presidente conseguiu votos suficientes para barrar denúncia de organização criminosa e obstrução da Justiça


Por Catanduvas Online

25/10/2017 23:00



img


Os parlamentares de Santa Catarina foram uns dos primeiros a votar sobre a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira, dia 25.

Dos 16 deputados que representam o estado, nove votaram não, que significa o não arquivamento da denúncia. Outros seis votaram sim, que significa arquivar a denúncia. O deputado Marco Tebaldi (PSDB) se ausentou da sessão.

Do Oeste, João Rodrigues (PSD) e Valdir Colatto optaram pelo voto sim, arquivando a denúncia contra o presidente, que já conseguiu votos suficientes para se livrar das acusações. A votação continuava até a publicação desta notícia.

A denúncia, norteada pelas delações premiadas dos executivos do grupo J&F, controlador da JBS, e do doleiro Lucio Funaro, só teria prosseguimento se 342 dos 513 deputados votassem a favor dos argumentos apresentados pela PGR.

Temer foi denunciado por organização criminosa e obstrução da Justiça. O parecer da denúncia foi aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), responsável por analisar o inquérito do ponto de vista jurídico.

Confira os votos por ordem alfabética:

Carmen Zanotto (PPS) – Não

Décio Lima (PT) – Não

Esperidião Amin (PP) – Não

Geovania de Sá (PSDB) – Não

João Paulo Kleinubing (PSD) – Não

Jorge Boeira (PP) – Não

Jorginho Mello (PR) – Não

Mauro Mariani (PMDB) – Não

Pedro Uczai (PT) – Não

 

Celso Maldaner (PMDB) – Sim

Cesar Souza (PSD) – Sim

João Rodrigues (PSD) – Sim

Peninha (PMDB) – Sim

Ronaldo Benedet (PMDB) – Sim

Valdir Colatto (PMDB) – Sim

Marco Tebaldi (PSDB) - Ausente