Adolescente que ameaçava atacar escolas e assassinar o irmão é apreendida em Bombinhas

Autoridades norte-americanas perceberam os atos e reportaram às autoridades brasileiras;


Por Catanduvas Online

26/02/2024 12:54



img


A Polícia Civil de Santa Catarina, através da Delegacia de Polícia do Município de Bombinhas, realizou, na manhã desta sexta-feira (23), a apreensão de uma adolescente de 12 anos suspeita da prática de diversos atos infracionais nos últimos meses.

 

A jovem vinha sendo monitorada pela polícia civil desde dezembro de 2023, quando um mandado de busca e apreensão foi cumprido em sua residência. Na ocasião, ela havia realizado uma live (transmissão ao vivo pela internet) praticando maus tratos contra o gato da família, chegando a arremessar o animal da sacada. Felizmente, o felino sobreviveu.

 

Desde então, a adolescente mantinha diálogos em aplicativos que indicavam a prática de diversos atos infracionais graves. No cumprimento do mandado mencionado, o animal foi retirado do convívio familiar e encaminhado para o Centro de Vigilância Animal (CVA) da cidade, enquanto diversos telefones celulares foram apreendidos.

 

Além dos maus tratos, a adolescente promovia a divulgação de ideais do nazismo e da cruz suástica, expondo seu irmão mais novo a situações vexatórias, e manifestava intenções de ataques em escolas, inclusive chegando a levar um facão para o colégio onde estudava.

 

Na época, a adolescente não foi apreendida, apesar da representação do delegado responsável pelo caso. Contudo, nos meses seguintes, ela continuou a praticar atos semelhantes nas redes sociais.

 

A situação atingiu seu ápice há aproximadamente 72 horas, quando a jovem mais uma vez ameaçou promover ataques na escola onde estuda, matar animais e assassinar o próprio irmão. O caso chamou a atenção das autoridades norte-americanas de segurança interna, que o reportaram às autoridades brasileiras.

 

Ao tomar conhecimento, a Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Santa Catarina informou imediatamente à delegacia de Bombinhas. Em menos de 24 horas, a polícia civil representou novamente pela internação provisória da adolescente, com o Ministério Público posicionando-se pelo deferimento do pleito, sendo, então, deferido o mandado de busca e apreensão pelo Poder Judiciário.

 

Na manhã desta sexta-feira (23), uma equipe policial se deslocou até o colégio onde a adolescente estuda e efetuou sua apreensão. Após ser ouvida na delegacia na presença de um responsável legal, ela foi encaminhada ao Instituto Médico Legal e, posteriormente, ao Centro de Internação Feminino de Florianópolis, onde ficará à disposição da justiça.

 


 ?>

 

https://visornoticias.com.br/