Advogado fala sobre cassação de prefeito e vice em Presidente Castello Branco


Por Catanduvas Online

08/03/2022 16:53



img


Presidente Castello Branco – Por sete votos a zero, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Santa Catarina, em Florianópolis, manteve a cassação do prefeito e vice de Presidente Castello Branco, Tarcílio Secco (PL) e do vice, Ademir Toniello (PT). Eles respondem por suposto abuso de poder econômico. Os crimes teriam sido registrados no último pleito eleitoral.

 

Em primeira instância, a Justiça Eleitoral de Concórdia julgou procedente a denúncia protocolada pelos partidos de oposição e se posicionou para cassação do mandato e a realização de uma nova eleição em Presidente Castelo Branco.

 

As denúncias que foram feitas contra a chapa vencedora em Presidente Castelo Branco (PL e PT) revelam que os partidos da situação acabaram liberando cargas de brita sem controle para a população do Município. Foi apurado ainda que alguns eleitores teriam recebido dinheiro para não votar no dia do pleito e um empresário sofrido pressão para enaltecer a gestão pública.

 

O caso foi acompanhado também pelo Ministério Público Eleitoral que deu parecer pela cassação da chapa vitoriosa no pleito eleitoral de 2020 em Presidente Castelo Branco. Os réus no processo ainda poderão entrar com recurso no TSE para tentar buscar a nulidade da decisão.

 


 ?>

 

Atual FM