Santa Catarina registra aumento no número de mortes em rodovias federais durante o Carnaval


Por Catanduvas Online

04/03/2022 15:43



img


A operação começou na sexta-feira (25) de fevereiro e se estendeu até a quarta-feira (3) em todo o Brasil. Santa Catarina registrou crescimento no número de acidentes, feridos e óbitos em relação a 2021, que teve 133 acidentes, 146 feridos e 8 mortes.

 

Confira o balanço de 2022:

 

  • Acidentes: 149; aumento de 12,1% em relação a 2021
  • Feridos: 176, aumento de 20,5% em relação a 2021
  • Mortos: 10; aumento de 25% em relação a 2021

 

Ao todo, foram 10 vítimas fatais registradas em 10 acidentes diferentes. Quatro deles ocorreram na BR-101; três na BR-282; e outros três na BR-470. Quatro pessoas morreram tentando atravessar as rodovias fora das faixas de segurança e quatro perderam a vida em colisões frontais após tentativas de ultrapassagem.

 

A PRF realizou mais de 13 mil procedimentos de fiscalização de trânsito durante os seis dias de operação. Foram flagradas inúmeras condutas perigosas em rodovias, com destaque para o número de pessoas sem cinto de segurança.

 

Veja a lista de condutas irregulares registradas:

 

  • Motoristas dirigindo sob efeito de álcool: 197 casos
  • Ultrapassagem em local proibido: 303 casos
  • Motoristas ou passageiros sem cinto de segurança: 1.165 casos
  • Motoristas que usavam celular enquanto dirigiam: 172 casos
  • Crianças sendo transportadas fora da cadeirinha: 97 casos

 

Nos dias de feriado também foram apreendidos cinco veículos com registro de roubo ou furto e 64 pessoas foram detidas.

 


 ?>

 

Mortes nas rodovias estaduais em SC

 

No balanço divulgado pelo CPMR (Comando de Polícia Militar Rodoviária) na tarde de quarta-feira (2) relacionadas à ‘Operação Alegria’, foi registrada baixa no número de óbitos em comparação ao mesmo período de 2021.

 

As mortes no trânsito caíram 25%, nas rodovias estaduais de Santa Catarina nos quatro dias de Carnaval. Os números foram de 102 acidentes e seis mortes entre a noite de sexta-feira (26) e a manhã desta quarta-feira de Cinzas (2). Já em 2021, foram oito mortes, além de 103 acidentes, um a mais do que em 2022.

 

Em geral, 2021 teve 46 acidentes com vítimas e 57 acidentes sem vítimas, envolvendo 193 veículos, e causando ferimentos em 57 pessoas. Este ano, foram 172 veículos envolvidos e 72 pessoas feridas.

 

A PM informou que entre os motivos que contribuíram para o aumento de acidentes estão a falta de atenção, a ingestão de bebidas alcoólicas, o desrespeito às normas de trânsito e o aumento do número de veículos em circulação.

 

“Em uma única barreira de Lei Seca realizada na Capital observamos um aumento de 60% na recusa ao teste do etilômetro (bafômetro). Isso nos faz refletir sobre o quanto ainda precisamos ter clareza de que muitas situações, incluindo os acidentes, poderiam ser evitadas”, disse o comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária, tenente-coronel Marcus Vinícius dos Santos.

 


 ?>

 

ND+