Microexplosão foi o fenômeno que derrubou 400 eucaliptos em SC, avalia Defesa Civil


Por Catanduvas Online

02/03/2022 17:11



img


Microexplosão causou a derrubada de 400 árvores em SC – Foto: Reprodução vídeo Defesa Civil

 

A Defesa Civil de Santa Catarina identificou que uma microexplosão atingiu o interior do município de Quilombo, no Oeste do Estado, na última segunda-feira (28). Os ventos estimados ficaram entre 86 a 108 km/h, podendo ter alcançado a 120 km/h em alguns locais. A análise foi concluída nesta quarta-feira (2).

 

Os temporais também causaram destelhamentos e queda de árvores em outros municípios da região, a exemplo de ConcórdiaMaremaXaxim e Xanxerê.

 

Em uma fazenda no interior de Quilombo, cerca de 400 pés de eucaliptos foram quebrados ao meio pelo vento. Osmari Sotoriva, dono da propriedade atingida pela microexplosão, conta que a ventania acompanhada de chuva e granizo durou três minutos.

 

“Ainda não contabilizamos, mas o estrago foi grande. Foram quase 400 pés de eucalipto de 15 anos de idade. Devastou a plantação inteira”, relata o agricultor.

 


 ?>

 

Dados meteorológicos

Dados do radar meteorológico de Chapecó demonstram que, entre as 16h06 e 16h41, ocorreu uma intensa movimentação de células conectivas sobre a cidade de Quilombo, que indicam o potencial para gerar chuva de forte intensidade, granizo e rajadas de vento intensas.

 

Minutos antes, via grupos de mensagens, o sistema de monitoramento da Defesa Civil emitiu alerta de observação por três horas para grande parte da região Oeste, incluindo a cidade de Quilombo). A informação indicava a hipótese de temporais isolados acompanhados de raios, granizo, rajadas de ventos e alagamentos.

 

Já entre às 16h11 e 16h21, o radar em Chapecó observou o indicativo de uma microexplosão em Quilombo. O fenômeno está associado ao avanço de uma frente fria aliada ao calor e a umidade.

 

ND+