Vizinho confessa que matou homem em Capinzal por dívida de R$ 100


Por Catanduvas Online

06/01/2022 22:06



img


 

Em uma ação rápida, a Polícia Civil de Capinzal conseguiu elucidar a morte de Luiz Ricardo dos Santos, de 33 anos, encontrado na tarde de terça-feira (04) em um potreiro, entre os loteamentos São Pedro e Casagrande.

 

Conforme o delegado, Gilmar Bonamigo, o médico legista constatou que o óbito foi provocado por dois disparos de arma de fogo na cabeça, calibre 22. Com isso, descartou-se a morte acidental, como a família imaginava inicialmente. Um projétil foi extraído e outro ficou alojado na estrutura óssea.

 

A partir daí a equipe de investigação fez buscas por informações e chegou até o suspeito o qual empreendeu fuga para o matagal e no caminho acabou perdendo um aparelho celular, um silenciador e uma arma fogo artesanal, aparentemente compatível ao calibre 22.

 

No final da tarde de quarta-feira (05) o delegado protocolou o pedido de prisão temporária do suspeito. Por volta das 21 horas, uma promotora de plantão fez a manifestação e no final da noite o Juiz Márcio Umberto Bragaglia acabou expedindo o mandado de prisão.

 

O mandado de prisão foi cumprido na manhã desta quinta-feira (06) e na ocasião o autor, de 18 anos, vizinho da vítima, confessou o homicídio. A motivação do crime seria uma dívida que a vítima tinha de R$ 100,00 de drogas. O autor deixou entender que fará o mesmo com outras pessoas que lhe devem.

 

O jovem deverá responder pelo crime e homicídio duplamente qualificado, motivo fútil, e sem oportunidade de defesa da vítima que estava dormindo. No começo ele disse que havia jogado a arma no rio, mas depois informou que havia escondido e entregou aos policiais.

 


MEPITA ?>

 

Fonte: Rádio Capinzal



sicredi novo