Lançamento de ‘pedra fundamental’ marca chegada da Nestlé em Vargeão

Previsão é que primeira etapa da indústria esteja pronta e entre em operação no segundo semestre de 2023


Por Catanduvas Online

15/12/2021 15:39



img


A cerimônia de lançamento da chamada ‘pedra fundamental’ marcou nesta quarta-feira, dia 15, a chegada da fábrica da Nestlé Purina em Vargeão, no Oeste de Santa Catarina. A solenidade ocorreu entre o final da manhã e início da tarde de hoje.

 

Uma coletiva de imprensa foi realizada horas antes, em Chapecó, onde a empresa deu detalhes do empreendimento. O ato teve a presença do governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, e várias outras lideranças.

 

“Trazer para o Oeste de Santa Catarina um investimento desse porte, é algo muito significativo para o governo do estado. É um investimento na vida das pessoas”, disse Moisés.

 

Protocolo de Intenções entre Santa Catarina e a empresa Nestlé Purina foi assinado no dia 19 de novembro, estabelecendo o compromisso de cooperação mútua em ações que viabilizem a construção da fábrica.

 

A Nestlé Purina no Brasil é a divisão da empresa que fabrica alimentos para cães e gatos.  A fábrica em Vargeão deverá ser implantada em três fases, gerando cerca de dois mil empregos durante a construção e aproximadamente 200 postos de trabalho após entrar em operação.

 

Investimento pode chegar a R$ 2,5 bilhões

 

 

A Nestlé Purina vai investir R$ 1 bilhão na construção do novo parque industrial, mas o investimento pode chegar a R$ 2,5 bilhões, conforme a demanda e ampliação da unidade. A instalação da fábrica vai gerar valor agregado para as cadeias de proteína animal e grãos, além de outros insumos de origem vegetal, na medida em que haverá aumento expressivo nas demandas por recursos da agroindústria regional.

 

A nova planta será construída já considerando política de zero destinação para aterros sanitários, projetos de reuso de água resultantes do tratamento de efluentes industriais, uso crescente de fontes renováveis e energia.

 

De acordo com o CEO da Nestlé Brasil, Marcelo Melchior, a disponibilidade de grãos e a questão logística foram fatores que levaram a empresa a escolher o Oeste de Santa Catarina.

 

"A purina está entre as três maiores categorias da Nestlé, junto com nutrição e cafés, globalmente, então realmente é uma categoria que a gente chama internamente de motor de crescimento. É uma categoria que faz o grupo Nestlé crescer, pelas razões de aumento da população de pet", disse.

 

Operação deve começar em 2023

 

A previsão é que a unidade entre em operação a partir do segundo semestre de 2023, com previsão de mais uma etapa operando até 2024. A empresa também abre a possibilidade de ampliar os investimentos, chegando à casa de R$ 2,5 bilhões. “Vamos fazer por etapas, dependendo da demanda, a gente vai implementando”, disse Marcelo.

 

Na primeira fase será instalada uma linha de alimentos úmidos (wet) de tecnologia avançada, única e patenteada. O parque industrial terá a estrutura dimensionada para contemplar outras fases de ampliação e instalação de mais linhas de produção de alimentos úmidos, secos e outras tecnologias da indústria de petfood.

 


 ?>

 

Mercado

 

Segundo a empresa, o Brasil é o segundo maior mercado do mundo em relação ao número de cães e gatos per capta (por 1.000 pessoas), perdendo apenas para os Estados Unidos, com base em dados da Abinpet e Euromonitor.

 

A população de pets vem crescendo consistentemente no país e a estimativa é chegar aos quase 101 milhões de cães e gatos em 2025. O segmento de alimentos responde por 75% do mercado de pets, seguido pelo veterinário (17%) e o de cuidados (8%) – e o total movimentado no país em 2020 foi de R$ 27,02 bilhões, crescimento de 21,2% em relação ao ano anterior, de acordo com a Abinpet.

 

O prefeito de Vargeão, Volmir Felipe, disse ser um orgulho para o município receber a unidade da Nestlé. Ele agradeceu a confiança e disse que o investimento beneficiará toda a região. “Nós abrimos as portas do município, agilizamos muitas coisas e vamos continuar agilizando.

 

Volmir classificou o início oficial do empreendimento do um presente ao município. “Estamos recebendo, no final do ano, um grande presente para todos nós. É uma conquista de toda a população vargeonense, de todo o Oeste e Estado. Obrigado à Nestlé Purina por apostar em nosso município”, finalizou.