MP pede a prisão preventiva de duas mulheres envolvidas no assalto à joalheria em Joaçaba


Por Catanduvas Online

10/11/2021 20:08



img


O Ministério Público (MP) da comarca de Joaçaba pediu nesta terça-feira (09), a prisão preventiva de duas mulheres envolvidas no assalto à joalheria ocorrido no dia 25 de outubro no centro da cidade.

 

As duas mulheres foram presas poucas horas após a ação junto com outros cinco integrantes do grupo, sendo quatro homens e uma mulher, mas foram soltas na época. Um adolescente também foi apreendido com o grupo.

 

De acordo com o MP, as investigações apontaram que as duas são garotas de programa que residiram temporariamente na comarca e que passaram a estudar o local do crime. Elas estiveram na loja que foi alvo do roubo em meados do mês de setembro, quando compraram peças de pequeno valor, tudo com o fim de não levantar suspeitas.

 

Além disso, uma delas junto com outro integrante, também contataram a loja, solicitando o envio da localização a fim de repassar aos comparsas e, posteriormente, retornaram ao local. Na ocasião, enquanto ela distraía as vendedoras, um dos homens estudava atentamente o local do delito, analisando a posição das câmeras de segurança e do estoque da loja.

 

Diante disso, na visão do Promotor Criminal Protásio Campos Neto, as denunciadas também merecem ter a prisão preventiva decretada, como ocorreu com os demais denunciados.

 

O pedido do MP ainda será avaliado pelo juiz criminal da comarca, que pode ou não, com base na denúncia, determinar a prisão das duas.

 


MEPITA ?>

 

Por Eder Luiz