Moro oficializa filiação ao Podemos e diz que ‘governo quebrou promessa de combater corrupção’

Ex-juiz não disse que será candidato em 2022, mas partido o anunciou como 'futuro presidente da República'


Por Catanduvas Online

10/11/2021 20:03



img


O ex-juiz e ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, oficializou a filiação ao Podemos na manhã desta quarta-feira, dia 10, em uma solenidade em Brasília. “Nunca tive ambições políticas, quero apenas ajudar. Se for necessário assumir a liderança neste projeto, meu nome sempre estará à disposição do povo brasileiro”, discursou (leia na íntegra mais abaixo).

 

Ex-ministro de Bolsonaro, Moro explicou que decidiu entrar no governo por “esperança de dias melhores” e que se sentia "no dever de ajudar”. Ele afirmou que queria combater a corrupção, mas não encontrou apoio do governo.

 

“Quando vi meu trabalho boicotado e quando foi quebrada a promessa de que o governo combateria a corrupção, sem proteger quem quer que seja, continuar como ministro seria apenas uma farsa. Nunca renunciarei aos meus princípios e ao compromisso com o povo brasileiro. Nenhum cargo vale a sua alma”, disse.

 

Moro também explicou que decidiu entrar na polícia porque não tinha outra forma de ‘tentar ajudar o Brasil’. "Embora tenha muita gente boa na política, nós não vemos grandes avanços. Após um ano fora, eu resolvi voltar. Não podia ficar quieto, sem dizer o que penso, sem tentar, mais uma vez, com vocês, ajudar o Brasil. Então, resolvi fazer do jeito que me restava, entrando na política, corrigindo isso de dentro para fora”, afirmou.

 

Possível candidato a presidente

 

O senador Alvaro Dias, líder do partido no Senado, disse que a filiação de Moro simboliza uma convocação à luta para o enfrentamento da corrupção. O ex-juiz não falou explicitamente se pretende ser candidato nas eleições de 2022, mas o próprio partido o anunciou como 'futuro presidente da República'.

 

“O Brasil vive um momento de refundar a República, e para isso é preciso acabar com a corrupção. A filiação de Sergio Moro é um marco para o país. Sergio Moro presidente, o Brasil de volta. Viva o Brasil, viva Sergio Moro”, declarou o senador Alvaro Dias, que foi candidato a presidente pelo Podemos nas eleições de 2018.

 


MEPITA ?>