Gestor do Laboratório Dala Rosa é admitido no Colégio Brasileiro de Executivos da Saúde

Colegiado é formado por um seleto grupo de executivos do setor.


Por Catanduvas Online

09/11/2021 16:37



img


O Diretor do Laboratório Dala Rosa, Otávio Dala Rosa, foi admitido como membro efetivo do Colégio Brasileiro de Executivos da Saúde (CBEXS). Otávio, faz parte agora de um seleto grupo de executivos do setor e sua admissão ao colegiado se deu através de análise do Curriculum Vitae, profissional e acadêmico.

 

O CBEXS é uma entidade dedicada à promoção da excelência na gestão da saúde por meio de educação, de capacitação técnico-científica e de certificação dos executivos do setor público e privado. O compromisso do CBEXS é com a melhoria contínua das lideranças e com a sustentabilidade do sistema de saúde.

 

Posicionando-se como entidade sem fins lucrativos, o Colégio tem também foco no caráter associativo e de representatividade profissional.

 

Entre os apoiadores da entidade estão grandes empresas e indústria da área da saúde, como 3M do Brasil e Janssen Jhonson & Jhonson.

 

"A gestão da saúde é algo complexo e que exige profissionais capacitados, que entendam das particularidades do setor e, principalmente, que tenham uma visão holística do sistema para tomar decisões corretas. Ciente dessa realidade, o CBEXs nasceu para proporcionar capacitação e desenvolvimento aos novos profissionais do setor, por meio de iniciativas alinhadas às tendências mundiais do mercado”, comenta Francisco Balestrin, Presidente do CBEXs.

 

"Entre as funções de um membro efetivo estão encontrar recursos para o desenvolvimento da carreira profissional, desenvolver habilidades para, como líderes, enfrentar os crescentes desafios do mercado e disseminar as boas práticas de gestão e governança corporativa na cultura das organizações das quais fazem parte. Essa admissão em uma entidade de abrangência nacional é uma reponsabilidade e um orgulho como profissional e para o Laboratório Dala Rosa, que há 38 anos atua com ética e credibilidade". Explica Otávio.

 


 ?>

 

Éder Luiz