Filha de policial morto no Oeste de SC é suspeita de matar o pai

A DIC, responsável pelo caso, informou que as duas meninas confessaram o planejamento e a execução do crime contra o homem de 46 anos


Por Catanduvas Online

18/10/2021 15:42



img


As investigações sobre a morte do policial civil Neife Luiz Werlang, de 46 anos, morto com golpes de faca dentro de casa, apontam até o momento que a filha da vítima e uma amiga, duas adolescentes, são as principais suspeitas de cometer o crime.

 

Na noite de sexta-feira (15), em São Miguel do Oeste, no Extremo-Oeste de Santa Catarina, Werlang foi encontrado morto com três facadas no pescoço.

 

Luto

 

A Polícia Civil de Santa Catarina emitiu nota e lamentou a morte do agente. Ele trabalhava há 25 anos na corporação. Atualmente, o policial era responsável pelo setor de alvarás da Delegacia Regional de Polícia de São Miguel do Oeste e pela delegacia do município de Paraíso.

 

O velório e o sepultamento do agente ocorreu em São Miguel do Oeste.

 

O agente de 46 anos foi encontrado caído em um dos cômodos da casa onde morava. A DIC (Divisão de Investigação Criminal), responsável pelo caso, informou que as duas adolescentes confessaram o planejamento e a execução do crime.

 


 ?>

 

Com informações do ND+