Decreto municipal que mantém lockdown parcial é prorrogado após recorde de mortes em Chapecó

O decreto vale até o próximo domingo (7)


Por Catanduvas Online

28/02/2021 15:40



img


O prefeito de Chapecó, João Rodrigues anunciou na manhã deste sábado (27), que vai prorrogar o lockdown parcial no município até o domingo (7). De acordo com o prefeito, a decisão foi tomada após recorde no número de mortes por Covid-19 nas últimas 24h em Chapecó (SC). Foram 15 mortes em decorrência da Covid-19 acrescentadas ao boletim deste sábado.



Durante a live, o diretor do Hospital Regional do Oeste, Osmar Arcanjo, disse que “foram as piores 24h no período Covid-19”. Além disso, ele citou:

 

  • Hoje são 140 pacientes com covid-19 internados, destes 119 estão com cuidados de UTI – porém só existem 62 leitos UTI Covid-19 ativos;
  • 57 pacientes com cuidados de UTI, porém em outros setores, em enfermaria;
  • Ontem da meia noite de quinta pra meia noite de sexta, foram 16 óbitos no HRO. 8 outras causas e 8 covid-19. 
  • Fevereiro teve recorde histórico de mortes no hospital – 150 óbitos no Hospital Regional do Oeste;
  • Quatro óbitos Covid-19 ocorreram ontem dentro da UPA;
  • 31 crianças nasceram nas últimas 24 horas.  Inclusive trigêmeos, que estão na neonatal, mas sem covid-19 e estão bem;
  • Uma equipe contratada pelo HRO deve montar 28 leitos de UTI, até a próxima sexta-feira (5); 
  • Outras UTIS: 12 de geral, 8 neonatal, 2 em pediátrica;


UPA atenderá exclusivamente Covid-19



João Rodrigues também anunciou que a UPA, localizada no bairro Presidente Médici, passa a atender exclusivamente casos relacionados ao coronavírus. Já o Pronto Atendimento da Efapi, passa a atender apenas outros casos, outras doenças.



Ainda em relação à UPA, o prefeito confirmou que 20 leitos de UTI Covid serão montados na UPA na próxima semana.



Sobre o decreto 



João Rodrigues informou que igrejas, restaurantes, bares, lanchonetes e similares seguem com as atividades suspensas, até às 23h59 do próximo domingo (7).



O transporte coletivo e os supermercados, considerados atividades essenciais continuarão abertos. Segundo João, o transporte coletivo irá manter 50 % de ocupação em todos os ônibus e eles serão fiscalizados pela Guarda Municipal.



Já os supermercados, poderão atender, porém, com 30% da capacidade de ocupação dentro de cada estabelecimento comercial. João Rodrigues informou que será feito uma vigilância permanentemente nos locais.



Outra medida anunciada pelo prefeito João Rodrigues foi que todo cidadão de Chapecó, que positivou para a Covid-19, será monitorado pela prefeitura. Conforme João, aquele que for flagrado nas ruas da cidade responderá criminalmente.

 


 ?>

 


Fonte: Clic RDC



fb.com/sstctvs