Proprietária de boate é presa por exploração sexual de menor de idade em Catanduvas

A jovem relatou que veio de Palmas-PR para trabalhar em uma lanchonete


Por Catanduvas Online

08/06/2020 15:42



img


Uma mulher foi presa na madrugada desta segunda-feira (08) pelo crime de exploração sexual de uma adolescente de 16 anos. De acordo com informações da Polícia Militar o flagrante foi realizado em uma boate localizada na BR 282.

 

A guarnição foi acionada por enfermeiras do hospital do Município que relataram que a menor trabalhava na boate e durante a noite teria conseguido fugir por uma janela. A menor foi até o hospital do Município pedir por socorro.

 

Após informações repassadas pela menor aos policiais, seguiram juntamente com o apoio do Conselho Tutelar na referida Casa Noturna onde foram encontrados todos os pertences da jovem.

 


 ?>

 

A proprietária da casa estava no local e se identificou como responsável pelo funcionamento da Boate e assim foi detida pelo crime de “submeter menor de 18 anos a exploração sexual”, previsto no artigo 218-B do Código Penal Brasileiro. O caso foi encaminhado para Delegacia de Polícia Civil de Joaçaba, para os procedimentos cabíveis. A pena prevista para o crime pode chegar a 10 anos.

 

Atualização:

 

A advogada da proprietária entrou em contato com o Catanduvas Online informando que a cliente foi conduzida à delegacia e em seguida liberada. Sendo instaurado um inquérito para apurar os fatos, visto que, a menor (travesti- nasceu homem e identifica-se como mulher) teria apresentado documentos de um homem maior de idade para sua cliente.