Auxílio emergencial e a prorrogação por mais dois meses


Por Catanduvas Online

22/05/2020 15:46



img


Paulo Guedes, Ministro da Economia, já havia informado que o governo estuda a possibilidade prorrogar o Auxílio Emergencial de R$ 600 por um ou dois meses. Entretanto o valor do benefício seria reduzido de R$ 600 para R$ 200. Se a intenção de Paulo Guedes for adiante, teremos saques até agosto.

 

Guedes informa que o valor do auxílio emergencial se aprovado prorrogação deve ser reduzido devido as contas públicas. Vale lembrar que o valor de R$ 200 foi o valor proposto pelo ministro no início da pandemia.

 

“Se voltar para R$ 200 quem sabe não dá para estender por um mês ou dois? R$ 600,00 não dá”, indagou Guedes em entrevista com empresários no último dia 19 de maio.

 

Em entrevista realizada na quinta-feira, 21 de maio, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, confirmou que a expansão do auxílio durante a pandemia está sendo analisada, mas a estrutura de gastos ainda precisa ser analisada.

 

“Nós não podemos esquecer que o auxílio emergencial é fundamental. Se a crise continuar, ele vai ser tão importante como está sendo agora. Agora, de onde vamos conseguir tirar o dinheiro? Esse é o nosso desafio. Já coloquei alguns parlamentares para estudar isso para ter uma proposta que a gente possa fazer ao governo”, afirmou Rodrigo Maia.

 

De acordo com Rodrigo Maio, a concessão por apenas três meses do auxílio emergencial pode não ser suficiente, tendo em conta a crescente no número de casos e de mortos pelo coronavírus.

 


 ?>

 

Após atraso, 2ª parcela foi disponibilizada

 

Depois de uma demora de mais de 15 dias finalmente começou essa semana o pagamento da 2ª parcela do Auxílio Emergencial para os brasileiros que receberam a primeira parcela até o dia 30 de abril.

 

Fonte/Jornal Contábil